O que não comer durante a gravidez

Olá, mamãe! Estou aqui mais uma vez para dicas sobre gravidez para você. Tomar cuidado com a alimentação e se preocupar em ter uma gravidez saudável é muito importante para que o seu bebê se desenvolva bem durante toda a gestação. Exercícios durante a gravidez e descanso ajudam também para o que seu filho cresça saudável.

Mamãe Saudável

Já contei aqui no Grávida Dicas sobre alimentos importantes para gestantes e se você ainda não conferiu, clique aqui e confira o nosso infográfico.

Agora que você tem um bebê a caminho, você vai precisar tomar cuidado com alimentos e bebidas que podem ser perigosos para você ou seu bebê em desenvolvimento, principalmente devido ao risco de desenvolver algumas doenças comuns na gravidez como hipertensão e diabetes ou devido aos níveis elevados de mercúrio contidos em muitos alimentos. Claro que você não deve deixar de comer os seguintes alimentos, mas prefira comer em menos quantidade. Ok?

Confira a seguir o que não comer durante a gravidez:

Embutidos

embutidos

Evite comer presunto, salsicha, salame e mortadela, eles são repletos de conservantes. “Esses componentes são contraindicados durante a gravidez porque, neste período, o sistema imunológico da mulher se torna mais ativo. Daí que o organismo pode reagir exageradamente aos compostos químicos, o que resultaria em uma alergia”, explica Celso Kukier, do Hospital São Luiz, em entrevista ao site Bebê.com.br.

#DicaGD: Quando consumir carnes, preste atenção para saber se ela está bem cozida. Isso pode reduz o risco de contrair listeria, uma doença de origem alimentar que pode causar parto prematuro, aborto e até mesmo a morte fetal.

Queijo

queijo

No post Tudo sobre gravidez: Alimentação, beleza e exercícios, foi citado que você deve consumir queijos durante a gestação. Mas prefira os que são feitos com leite pasteurizado. Eles possuem menos bactérias e outros micro-organismos, que podem prejudicar você e o seu bebê. Prefira também queijos com menos gordura como cottage, minas ou ricota. Eles ajudam a você não ganhar uns quilinhos a mais durante a gestação.

#DicaGD: Falando em não ganhar quilos a mais durante a gestação. Se você quer saber como praticar exercícios durante a gravidez em casa, ter uma alimentação balanceada e como voltar ao peso normal após a gestação, clique aqui e confira o Mamãe Saúdavel, com pequenos ajustes em sua dieta diária e os exercícios corretos farão você manter a forma durante a gravidez e ter um gestação saudável que é o mais importante.

Mamãe Saudável

Ovos Crus

Evite consumir ovos crus e comidas que possuam ele na receita. A salmonela, é uma bactéria que ataca o sistema gastrintestinal e pode até fazer com que você tenha um parto prematuro. Consuma ovos fritos ou de preferência cozidos.

Peixe

peixe

Gosta de um japinha no fim de semana? Tente evitar comer sempre suhis e sashimis, se não são refrigerados corretamente, podem desencadear em você uma série de problemas no sistema gastrintestinal. Evite também peixes com níveis altos de mercúrio, como o espada, cavala e pirá.

Em altas doses, esse metal pode prejudicar o desenvolvimento do cérebro e do sistema nervoso do bebê. Por isso alguns tipos de peixe devem ser evitados, e outros, como o atum, comidos com menor frequência.

O mercúrio se acumula no corpo e demora muito tempo para começar a diminuir, mesmo depois de você ter reduzido seu consumo de peixe. Esse é o motivo de começar a prestar atenção a isso desde quando se está tentando engravidar.

Quase todos os peixes e frutos do mar contêm mercúrio, mas espécies maiores que são predadoras tendem a acumular mais dessa substância. Isso porque os predadores comem os peixes menores, que também absorveram mercúrio. Ou seja, quanto maior o peixe, mais peixes ele come. Além disso, as espécies maiores normalmente vivem mais e passam mais tempo acumulando mercúrio.

*Atenção: alguns médicos retiram totalmente a comida japonesa do cardápio de uma gestante. Alguns liberam somente se forem bem fritos. Consulte sempre seu médico.

Álcool

alcool

Em grandes quantidades, o álcool está associado à malformação fetal. Ele pode ultrapassar a barreira placentária e prejudicar o desenvolvimento do bebê ou evoluir para uma gravidez prematura. Ok, eu não preciso dizer muito sobre o porque, né?

Cafeína

cafeina

 A cafeína não é encontrada apenas no café, mas também nos refrigerantes de cola, nos chás, chocolates e algumas medicações.

Como os alimentos que contém a cafeína são bastante consumidos pelas mamães grávidas é importante considerar os efeitos que essa substância traz para mamãe e bebê. Cerca de 95% das mulheres grávidas ingerem cafeína, seja através da alimentação ou através de medicação.

Há evidências de que o alto consumo de cafeína pela mulher durante a gestação pode aumentar as chances de o bebê nascer antes do tempo, com baixo peso e maior risco de aborto.

O que as futuras mamães precisam saber é que o organismo leva de quatro a seis horas para metabolizar a cafeína, isto é, demora quase seis horas para eliminar os efeitos da cafeína no corpo. Já a mulher grávida leva 18 horas para fazer o mesmo.

Há mais fatores que levam especialistas a serem contra o consumo de cafeína durante a gravidez. A cafeína pode atravessar facilmente a barreira placentária e influenciar no crescimento e desenvolvimento das células fetais, comprometer o suplemento fetal de oxigênio e alterar as instruções de replicação celular, podendo fazer com que o bebê nasça com anormalidades.

Mas as gestantes não precisam ficar de cabelo em pé com medo de o seu bebê nascer antes do tempo ou com alguma alteração já que bebeu algumas xícaras de café, tomou refrigerante de cola no aniversário da amiga.

Segundo estudo da nutricionista Rita Adriana Gomes de Souza, o consumo de cafeína em doses baixas não traz prejuízos para a gravidez e nem para o desenvolvimento do bebê.

A Agência de Classificação de Alimentos Inglesa estabelece que uma mulher grávida pode consumir até 300mg de cafeína por dia, o equivalente a quatro xícaras de café solúvel (75 mg de cafeína por xícara) ou três de café fresco (100 mg por xícara) ou seis xícaras de chá (50 mg cada uma) ou oito latas de refrigerante ou 400 gramas de chocolate.

Contudo, sempre consulte o seu médico para que o consumo da cafeína não prejudique sua gravidez e o seu bebê.



Sal

sal

Consuma alimentos salgados com moderação. Sal faz com que seu corpo retenha água, correndo o risco de fazer a sua pressão arterial subir, aumentando o risco de pré-eclampsia, um tipo de complicação da gravidez caracterizada por pressão arterial elevada e inchaço devido à retenção de líquidos.

Adoçante

adoçante

Os adoçantes podem carretar na má formação do feto, especialmente se ingeridos durante as dez primeiras semanas. Cuidado com os que possuem sacarina e o ciclamato, essas são substâncias carcinogênicas quando ingeridas em grande quantidade, segundo estudo.

Bom, a gravidez tem que ser um momento especial para você. Então tome cuidado e lembre-se que o seu bebê absorve os nutrientes que você consome.

Beijos e até a próxima!

Fontes:
http://brasil.babycenter.com
http://guiadobebe.uol.com.br

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Grávida Dicas

privacy Valorizo sua privacidade. Nunca envio spam.

About The Author

Gizelle Cavalcante

Co-Fundadora da Carmel Digital em Fortaleza - Ceará, fundadora (e redatora) do Blog Diz Aí Gi, esposa do Luciano, mãe do Elvis (um Maltês super fofo) e querendo um filho para amar!

Comenta Aí!

3 Comments

  • Amanda Mello

    Reply Reply setembro 12, 2015

    Eu estou cm 3 meses e comi pão com presunto,gostaria de saber se vou ter alguma complicaçao por causa disso e se tenho que tirar de vez o presunto do meu cardapio ou se posso comer mas só de vez em quando.Espero sua resposta! Obrigada.

    • Gizelle Cavalcante

      Reply Reply setembro 16, 2015

      Olá Amanda, tudo bem? Tudo é uma questão de equilíbrio, não precisa retirar tudo já que você gosta. Mas evitar seria legal. Claro, quando for comer procure os de mais qualidade, com menos gordura, e sempre fique atenta no prazo de validade.
      O ideal é ser acompanhada por uma nutricionista, mas uma gestante que leva uma vida saudável faz com que seu bebê também seja saudável.
      Um grande beijo.

Leave A Response

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

* Denotes Required Field